foto-biografia-romario

Senador Romário

Romário de Souza Faria nasceu no dia 29 de janeiro de 1966 na favela do Jacarezinho, Rio de Janeiro. De origem humilde, com o apoio dos pais, seu Edevair e dona Lita, e o incrível talento com a bola nos pés, o “Baixinho” venceu os marcadores da vida através do futebol. Agora nosso campeão faz gols na política.

Em 1994, Romário foi protagonista no tetracampeonato do Brasil na Copa dos Estados Unidos, tornando-se o melhor jogador do mundo. Eleito deputado federal em 2010, Romário foi apontado, por duas vezes, um dos melhores deputados do Brasil pelo Prêmio Congresso em Foco. O Baixinho é mesmo craque dentro e fora de campo.

Hoje com 49 anos, um típico paizão de seis filhos, Romário leva toda sua experiência e determinação para a política. E a responsável por toda essa coragem e força de vontade é a Ivy, sua filha mais nova, que tem síndrome de Down. Suas principais bandeiras são a defesa dos direitos das pessoas com deficiência e doenças raras, o esporte,​ o fomento à pesquisa e a ciência, a fiscalização dos gastos públicos e a participação popular nas decisões políticas.

Um dos principais gols do Romário na política foi marcado em apenas seis meses de mandato. O deputado conseguiu inserir artigo na Lei nº 12.470 de 2011, para que os deficientes de baixa renda que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), auxílio de um salário mínimo, tenham apenas a remuneração suspensa quando conseguirem um emprego. Dessa forma, caso o deficiente perca o emprego, a remuneração é automaticamente restabelecida. Já os deficientes estagiários vão receber a remuneração do benefício, mais o salário do estágio.

Romário também se destacou nos últimos anos por ser a principal voz contra o excesso de gastos com a Copa do Mundo e as Olimpíadas dentro do Congresso Nacional, onde atuou, em 2013, como presidente da Comissão de Turismo e Desporto.

​Na política, Romário aproximou a população dos assuntos da política por meio de suas redes sociais e foi apontado como um dos políticos mais influentes das redes em 2014. Com altíssima aprovação popular, no mesmo ano, ​Romário foi eleito senador da República pelo Rio de Janeiro com 4,6 milhões de votos, maior votação já alcançada por um candidato para o cargo no estado. ​

​Por meio de suas redes sociais, ele agradeceu a votação expressiva pelo Facebook: “Hoje, entra para história um ex-favelado que virou senador da República”​. O post de agradecimento alcançou mais de 15 milhões de pessoas.